Apresentação

O Departamento de Puericultura e Pediatria (DPP) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) foi pioneiro, criando o primeiro Programa de Pós-graduação stricto sensu em Pediatria no Brasil, em 1971.

O Programa de Pós-Graduação em Pediatria da FMRP-USP, oferecido originalmente a médicos pediatras, foi reestruturado em meados de 2006, para possibilitar a participação de profissionais de diferentes áreas do conhecimento que atuam com crianças e adolescentes. Nessa reestruturação, que possibilitou a inclusão de não pediatras e não médicos, o programa passou a ser denominado Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente.

O Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente da FMRP-USP oferece cursos de Mestrado, Doutorado e Doutorado Direto, em duas áreas de concentração:

– Pediatria: para médicos pediatras.

– Saúde da Criança e do Adolescente: para médicos não pediatras e profissionais não médicos, cujo interesse investigativo envolva a área da saúde da criança e do adolescente, incluindo biólogos, biomédicos, educadores físicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, informatas biomédicos, nutricionistas, odontólogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais e outros.

Os orientadores do Programa são, em sua maioria, médicos das diversas subespecialidades pediátricas, incluindo Cardiologia, Endocrinologia e Metabologia, Gastrenterologia e Hepatologia, Hebiatria, Hematologia/ Cancerologia, Imunologia/ Alergia, Emergência/ Medicina Intensiva, Neonatologia, Pediatria Social e Reumatologia, além de uma nutricionista e um informata biomédico.

Uma característica marcante do Programa é a grande capacidade de interação dos diferentes orientadores entre si, além da interação com orientadores de outros programas, dentro e fora da FMRP e da USP. Neste contexto, destacam-se as pesquisas translacionais que têm sido desenvolvidas em parceria com pesquisadores das ciências básicas, com o objetivo de elucidar aspectos fisiopatológicos de diversas doenças, visando à descoberta de novos agentes terapêuticos.

O Programa oferece 12 disciplinas que abordam metodologia e escrita científica, bioestatística, métodos de investigação laboratorial, crescimento e desenvolvimento da criança, nutrição pediátrica e tópicos avançados em alergia/ imunologia, oncologia e saúde do adolescente (Link para Disciplinas). Destaca-se o oferecimento de disciplina ministrada em inglês (Nutrition in Critically ill Children: Systems Approach and Omics Sciences), que conta com a participação de docente norte-americano (Prof. James Kaput).

O Programa tem investido em intercâmbios nacionais e internacionais, que têm proporcionado o desenvolvimento de projetos de pesquisa conjuntos com instituições brasileiras e estrangeiras, a participação de pesquisadores externos em disciplinas da pós-graduação e a realização de estágios de pós-doutorado e de doutorado-sanduíche de alunos vinculados ao Programa. Citam-se as seguintes instituições colaboradoras:

Internacionais

Imperial College of London, Reino Unido

Kanazawa University, Japão

King´s College London, Reino Unido

MD Anderson Cancer Center, Houston, Texas, EUA

National Institutes of Child Health and Human Development (NICHD), EUA

Nestlé Institute of Health Sciences, Suíça

New York University School of Medicine, EUA

Universidad Peruana Cayetano Heredia, Miraflores, Lima, Peru

University Children’s Hospital Zürich, Suíça

University of Alabama, EUA

University of Colorado, Denver, EUA

University of Leeds, Reino Unido

University of Pennsylvania, EUA

University of Toronto, Canadá

Nacionais 

Centro de Pesquisa Boldrini, Campinas

Hospital Universitário da USP, São Paulo

Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da FMUSP, São Paulo

Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo

Universidade Estadual Paulista (UNESP), Botucatu

Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas

Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, Rio Grande do Sul

Universidade Federal do Maranhão, São Luís, Maranhão

O Programa tem ainda a tradição de obter financiamentos para projetos de pesquisa regulares e projetos temáticos junto à FAPESP e às agências de fomento à pesquisa e ensino federais, como CNPq e CAPES. A maioria desses projetos envolve a participação de vários docentes orientadores do Programa, de outros programas da FMRP e de outras instituições do país e do exterior. Essa interação ilustra as principais características do Programa: a interdisciplinaridade e a colaboração com diferentes grupos de pesquisa dentro e fora da Unidade.

Desde que a CAPES instituiu o sistema de avaliação dos cursos de pós-graduação no País, o Programa recebeu os seguintes conceitos (variação de A a E)/ notas (variação de 1 a 7):

PeríodoConceito/Nota
1981-1991A
1992-1993 B
1994-1995 A
1996-1997 4
1998-2000 4
2001-2003 6
2004-2006 5
2007-2009 6
2010-2012 6
2013-2016 5
De fevereiro de 1971 a dezembro de 2020, o Programa formou 335 mestres e 205 doutores (Lista de teses e dissertações defendidas). Atualmente (em maio de 2021), o Programa possui 16 alunos matriculados no mestrado, 17 no doutorado e 24 no doutorado direto (Lista de alunos ativos).  O Programa conta com 19 Orientadores plenos e 6 Orientadores específicos.